Centenas de estudos comprovam cientificamente que a ingestão de até 2 taças de vinho tinto faz bem para o coração e pode contribuir para diminuir a propensão aos riscos de problemas cardíacos em até 20%. Na realidade, o vinho tinto beneficia o coração porque ele age nos fatores que dão causa aos problemas vasculares, como entupimento de veias e artérias em função do mau colesterol, inflamações, diminuição da pressão arterial e coagulação do sangue. Todos esses ganhos ocorrem devido à bem-sucedida mistura de álcool e polifenóis presentes no vinho tinto. Uma experiência controlada feita pelo Health Professionals Follow-Up Study, é digna de nota pois envolve dados impressionantes, a começar pelo tempo de duração do estudo: 12 anos! Ao longo desse período, 38 mil homens saudáveis, sem indícios e propensões para desenvolver doenças cardiovasculares, tomaram de 1 a 2 doses de vinho por dia, de 3 a 4 vezes por semana. Ao final do teste, o que se constatou foi que eles diminuíram as chances de ter problemas cardíacos em até 32% quando comparados a um grupo que não costumava ingerir vinho. Enfim, há uma série de controvérsias quando o assunto é sobre qual vinho é melhor para saúde, principalmente, se o vinho de fato tem características que podem beneficiar a vitalidade, energia e bem-estar do corpo humano. O consumo moderado se resume a 2 taças para mulheres e até 4 taças para homens.
Santé!