O que é um Decanter e como é usado?

Decantar o vinho significa, basicamente, livrá-lo de impurezas e sedimentos. O processo de decantação de um vinho também serve para aerá-lo.
Vinhos formam sedimentos após alguns anos de guarda, então é preciso decantá-los. Embora inofensivos à saúde na maioria das vezes, os sedimentos são desagradáveis ao olhar e as vezes também ao paladar, deixando um sabor levemente amargo e uma percepção de adstringência.
O decanter acelera o processo de oxidação do vinho facilitando a interação com o oxigênio. Quando vertido no decantador, o vinho desvenda seus aromas e sabores, ganhando vida.
Vinhos jovens e encorpados que demoram um tempo maior para abrir-se, revelar aromas e sabores devem ser vertidos no decanter e depois girados suavemente, deixe-o descansar no mínimo 20 minutos (mas dependendo do vinho até horas trarão ganho ao vinho).
Já para separar os sedimentos verta o vinho delicadamente e sem pressa, com cuidado para que os sólidos acumulados não saiam da garrafa (sempre irá sobrar um restinho de vinho no fundo da garrafa).
Dica – Vinhos muito velhos devem ser decantados com delicadeza e servidos imediatamente. Nestes casos não se deve agitar o vinho (nem na taça) para que seus aromas e sabores não se desvaneçam imediatamente. Vinhos no ápice de evolução se oxigenados morrem em minutos não dando a chance de serem degustados em sua plenitude.

Santé!