Chardonnay,
a “rainha das uvas brancas”.

Originária da Borgonha, na França, a Chardonnay é a segunda casta branca mais cultivada do mundo (em cerca de 41 países). Entre os principais produtores desta casta estão a França, a Itália, a Espanha, os Estados Unidos, a Austrália e o Chile. Fruto do cruzamento da Pinot Noir com a Gouais Blanc, pertence a uma família chamada Noirien. Seu nome popular foi “herdado” de uma aldeia localizada na Borgonha de mesmo nome.
Muito versátil, é utilizada em diversas técnicas de vinificação e origina vinhos de tipos e estilos diferentes que vão desde espumantes, brancos dos mais leves aos mais encorpados e até brancos doces. Devido sua estrutura, se destaca de outras castas brancas por aceitar ser vinificada e amadurecida em barricas de carvalho. Também expressa bem seu terroir. Em climas frios seu vinho tem aromas de frutas frescas e cítricas enquanto em climas quentes os aromas que surgem são os de frutas maduras e tropicais.
Essa variedade que se adapta com facilidade a diferentes tipos de terroir, sendo os melhores vinhos produzidos em Champagne, Chablis, Meursault, Montrachet, entre outras.
Devido sua relevância tem até um dia só para ela, o “Chardonnay Day”, no dia 24 de maio. Comemorando essa data, várias vinícolas e organizações de vinho promovem degustações e eventos ao redor do mundo, destacando os vinhos elaborados com a “Rainha das brancas”.

 

Santé!